Jan 19, 2013

personal branding | uma presença online eficaz

há pouco tempo, num artigo de uma investigadora de doutoramento em bio-arqueologia (woooooooow) num blog dedicado à comunidade de investigação científica dei conta da seguinte frase:
"people are going to google you: whether its to look for presenters for a conference, to check you out before a job interview, or to get to know you a little better before a date. Everyone is doing it." (via)
o artigo era dedicado a como gerir a visibilidade online daquela linha de investigação, para bem da divulgação da investigação em si (aumentar a visibilidade) e da gestão da prórpria carreira do investigador!

e isso também me lembrou da Pepa (claro....)! não por ela querer a mala Channel que acho muito bem que queira, mas porque tornou evidente que há "cuidados" a ter, coisas a cumprir, quando temos de gerir uma imagem, seja a nossa própria, seja a de uma marca ou de um produto. E, de forma mais ou menos profissional, a nossa presença online, até como bloggers, deve ser (bem) trabalhada.

já anteriormente falei aqui sobre a construção da marca pessoal e que aconselho a leitura prévia (ver post "personal branding | aviso à navegação", ver aqui); esse post fala provavelmente do aspecto mais importante nisto tudo: a gestão da marca pessoal sendo sobre nós, não é para nós! é para os outros. Por isso diria que, antes de mais, o sucesso desta gestão eficaz vai estar na nossa capacidade de avaliar o impacto que causamos nos outros e se esse impacto é ou não o que nós queríamos.

exemplo rápido: o blog da Pepa é um sucesso porque ela escreve de uma determinada forma e sobre determinadas coisas que interessam a muita gente, e fá-lo melhor que outros, e a prova disso é o sucesso que tem. Por isso as pessoas procuram o blog dela. Mas o que acontece quando a Pepa dá a opinião a pessoas que "não querem" ou que não partilham os mesmos interesses ou não têm o mesmo estilo de vida (nem têm aspiração a ter), e esse aspecto não é controlado? o resultado está à vista... 

 











uma presença online eficaz (de uma pessoa ou de uma marca) assenta em 2 grandes conceitos, interdependentes entre si: a notoriedade e o envolvimento (no inglês, porque nós do marketing gostamos muito, "awareness" e "engagement")

a notoriedade, literalmente, é a propriedade de ser digno de nota, de ser de um alto grau de interesse, de importância, ou distinção (via). Para isso, para ser de um alto grau de interesse, em primeiro, tem se ter o que "dizer" (ou cantar ou escrever ou fografar...) e 2. isso tem de interessar a alguém! palavras chave aqui: conteúdo e audiência. Ter um blog, a presença online mais habitual e que queria falar aqui, é sobre o processo de construção de uma audiência, a partir de um tema, seja ele qual for. 

5 dicas para aumentar o grau de notoriedade (1)

1. Conhecer bem para quem se está a falar

quem é o seu público? quem são as pessoas para quem escreve? o que gostam de fazer? quais são os seus objectivos, problemas, desafios, ambições e receios? que mídia preferem, que programas ou séries de televisão vêem, que livros ou revistas lêem? ? que tipo de linguagem usam? ... por favor, não escrevam, se não sabem para quem estão a escrever. Devemos usar esta informação para ajudar a escolher sobre o que escrever e como o escrever.

2. Criar conteúdo relevante, e apresenta-lo numa variedade diferente de formatos

este é o ponto chave de um blog que as pessoas vêem e querem continuar a ver! criem conteúdo original!! deem a vossa opinião (se estão convencidos que as pessoas a querem ouvir). Podem e devem usar textos de outras pessoas (mas referenciem sempre), desde que isso venha tornar o conteudo ainda mais relevante, mais interessante, com mais credibilidade! ou simplesmente para exemplificar o que querem dizer. É a relevância do que escrevem que vai trazer as pessoas de volta, criar envolvimento, e com isso notoriedade (este será o tema principal da segunda parte deste post)

e como somos todos diferentes e algumas pessoas preferem ler um artigo, outras preferem assistir a um vídeo, para atrair e manter o público atento usem mais que um tipo de formato para apresentação desse conteúdo: pode ser um vídeo do YouTube, uma apresentação Slideshare, outro um blog, um ebook ou um "whitepaper". A "infografia" está na moda!! usem e abusem.

3. Dar a conhecer o blog 

é absolutamente vital dar a conhecer o que se escreve! quando comecei o meu primeiro blog, em 2005, ainda antes de existirem as redes sociais, todo o conteúdo que criava tinha como objectivo a indexação no "google search"; para que se as pessoas pesquisassem aquele tema, os meus posts aparecessem na lista de resultados. Hoje, para além disso, temos outras ferramentas importantíssimas: o facebook, o google+, o twitter, o linkedin, etc... muito importante, partilhem apenas os posts que são relevantes para a vossa rede de amigos naquela rede em particular; por exemplo, posts sobre estratégia ou muito técnicos eu partilho no linkedin, uma rede para profissionais; quando se trata de anúncios interessantes, acções virais, campanhas "out of the box", etc., eu partilho no facebook, porque sei que isso interessa aos meus amigos.

o blog deve ser fácil de subscrever, e deve estar optimizado para ser partilhado em outras redes sociais! felizmente, quer o wordpress, quer o blogger estão mais do que preparados para isso.

4. A arte de um bom título

em primeiro lugar porque é a primeira coisa a ser indexada pelos motores de pesquisa ou a aparecer nas redes sociais quando partilhamos o post. Depois, e isto é um básico do jornalismo, é o titulo que apanha a atenção da pessoa, que lhe desperta a curiosidade. Se só temos dois ou três segundos para isso, sejam claros e directos, desafiem as pessoas, usem perguntas, ... sejam criativos ;)

5. Conteúdo sim, mas estrutura também

o titulo é um bocado presunsoço "the perfect blog post", mas chama a atenção :) e é um trabalho bem feito pelo sítio na Internet "Social Triggers" (link)



















se existe uma estrutura que funciona melhor do que outras, então é usar! não só porque torna a leitura mais fácil, como o texto que se segue deve servir de gancho para manter o interesse do leitor. Não há nada mais assustador que um bloco de texto denso, sem espaços e com letra pequenina...

e por falar nisso, vou deixar o envolvimento para um segundo post (que podem encontrar aqui)... para eu próprio fazer o que acabei de "pregar", porque este post está a ficar enorme, e já devo ter perdido metade dos leitores que o começaram a ler o post. E se chegaram até aqui, por favor partilhem ;)

(1) The 14 Keys to Successful and Influential Global Blogging (via)

No comments:

Post a Comment